top of page

Reflexão da Páscoa

“E quando pauso, me encontro. E quando me encontro, minha paz se renova.”


Reflexão de feriado…


Época de Páscoa, época de rever nossa força interna, época de colocar-se no mundo com esperança.


Você já notou que quando vêm as férias, ou até mesmo um feriado mais prolongado e o tempo livre está a nosso favor, muitas vezes nos pegamos perdidos sem saber o que fazer? E a frustração de ter chegado até aqui, como muito desejado, nos gera desconforto e irritação. Afinal, temos o tempo nas mãos e não podemos disperdiçá-lo. O hábito de estarmos sempre ocupados, “distraídos” com os afazeres e longe de nós mesmos é poderoso e arrebatador.


O que estamos buscando em nossos tempos livres? Sabemos lidar com o que encontramos?


Algumas inspirações....

  • Sente-se sozinho? Busque um encontro com a sua respiração, na imensidade de sinais que a natureza oferece, faça uma imersão na aventura/romance/biografia de um livro - como se aquela fosse a sua vida, sonhe!

  • Sente-se agitado? Ouça música onde o “beat” é mais lento do que a batida do seu coração, para isso, conecte-se primeiro com o pulsar dele. Observe o seu respirar.

  • Sente-se indeciso? Liste no seu diário o que seria seu tempo ideal consigo mesmo, o que gosta de fazer que não faz sempre, busque um amigo e se abra.

  • Sente-se rodeado de gente mas ainda assim isolado ou não muito conectado com o todo? Recolha-se num canto, feche seus olhos e medite. Imagine-se num lugar de seu conforto, onde há calma. Observe o movimento do seu corpo livre. Observe em que direção você se move. Dilua-se na fluidez dessa experiência, respirando no compasso de cada movimento.

A visualização é uma técnica poderosa para acalmar o nosso sistema nervoso central e nos trazer de volta para o nosso centro de paz.


Nosso corpo humano é vasto em possibilidades e pouco exploramos suas potencialidades. Ao conectarmos o corpo físico ao mental, espiritual com a consciência humana com a qual fomos gerados e carregamos ao longo da vida, vivemos nossa existência na intensidade, na pluralidade. E assim talvez, nos aproximemos da tão almejada felicidade em mais momentos reais.


Feliz jornada!


Com amor,



Para a sua reflexão:

Que tal experimentar uma nova postura que lhe seja desafiadora? (você pode se inspirar no nosso post “Dicas para se sentar para meditar” no Instagram).

Nessa postura observar: o grau de conforto do seu corpo, onde você foca a sua atenção, o que você sente ao colocar-se na pose (pressa para desfazer-se, necessidade de ir um pouco mais além, exploração de novos ajustes?).

Observe esses sinais e como eles dizem bastante sobre a sua relação com o novo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page