top of page

Reconhecer

“Só reconheço aquilo que já conheço. Mas e quando o olhar é o que muda e o que se enxerga é o novo?”


ReConhecendo-Se hoje…


Se o yoga nos ajuda a reconhecer as várias nuances da nossa mente e suas conexões com a vida fora do tapete, o que fazer para facilitar que isso aconteça?


Cada vez fica mais claro pra mim que não fazemos yoga mas somos yoga. A prática não termina em Savasana. A experiência de um asana (postura) não é somente sobre esforço e/ou força física. E o tempo de 60 minutos de uma aula não se esgota na contagem dos ponteiros do relógio. O entendimento das mudanças percebidas, seja na flexibilidade, na maior confiança em si mesmo de posicionar-se em postura avançada numa sala com outros alunos ou fechar os olhos para meditar mais profundamente, não se dá imediatamente mas no processo de entrega. Tornamo-nos agentes conscientes e ativos da nossa própria existência.


Outro dia acordei com um leve arranhar na garganta e levantar da cama para um dia de trabalho não foi igual aos outros. Ainda assim, saí da cama, lavei meu rosto, tomei minhas pílulas da homeopatia, preparei meu chá da manhã e me preparei para a aula de Pranayama e Meditação que faço às 4as feiras pela manhã. Meu corpo me puxava para deitar, minha mente dizia “será mesmo isso a fazer?”, mas internamente eu ouvia “ esse é o caminho”. Praticar Bhastrika e meditar, com a atenção focada me fez encontrar um novo equilíbrio, visualizar uma nova expansão daquele tórax que já não mais se sentia adormecido. O compromisso com a aula falou alto sim mas o compromisso com o meu despertar diário na prática do yoga me carregou e me recompensou.


Reconheci que tomar a própria rédea na condução dos movimentos e das ações, agir genuinamente, em sintonia com o que nossa essência nos aponta e trazer a consciência plena para o momento presente para experimentá-lo integralmente, é onde nos fortalecemos.

Assim como na prática dos asanas aprendemos os conceitos de Sthira e Sukham, esforço e suavidade, ação e equilíbrio, movimento e descanso, igualmente reconhecemos que a vida nos apresenta dualidades que podem comungar entre si e não brigarem uma com a outra.


Com amor,






Para a sua reflexão:

O que você trouxe hoje para a sua rotina que te remete ao compromisso consigo mesmo(a)?

Como você pratica viver no momento presente?

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page