top of page

Despertar do Espaço Interno

Atualizado: 6 de jul. de 2022

“Que suas atitudes sejam o seu asana interno que se manifestam e expressam fora do tapete”


Despertar...


Nessa semana, ao encerrarmos as aulas do módulo Espaço, trouxemos um compartilhar de impressões e reflexões sobre cada encontro e as reverberações que se seguiram ofereceram um momento para as participantes refletirem sobre seu tempo, seu corpo, seu espaço físico em casa... Oferecemos um momento para se conectarem com suas intenções em cada aula, realizando-as e indo além. Várias descobertas nos nossos tapetes e nos nossos encontros!!!

Como instrutoras, temos o papel de guiar e oferecer os meios para que esse processo de “viver o yoga” aconteça. Asanas (posturas), meditação, Pranayamas (exercícios de respiração), cantos, mantras, journal são partes integrantes da prática e convidam o nosso ser a aprofundarmo-nos na própria sabedoria, através da contemplação.


E assim treinamos nossa mente para a conexão com o nosso corpo físico; treinamos nosso corpo físico para além da força, equilíbrio e alinhamento; treinamos nossa atenção para focar nos detalhes, no simples e se distanciar da insistência dos pensamentos endurecidos.


Criar espaços internos e mantê-los ativos na aceitação do novo, criar lacunas na respiração consciente para apreciar o descanso da pausa e perceber-se renovado a cada prática faz parte do nosso repertório múltiplo com o yoga.


Como Barrie Risman nos diz no seu livro (Evolving your Yoga), “aprofundar sua prática de yoga não é necessariamente fazer mais yoga, conquistar posturas mais difíceis ou suar mais. É sobre penetrar na sua experiência...”


Se levamos nossa prática além da simples postura e aceitamos o convite do instrutor para mergulhar nos sinais internos, “refinamos assim a nossa consciência e expandimos nossa capacidade de ouvir, notar, sentir”, completa Barrie.


Tornemo-nos nossos próprios condutores de nossos sentidos, de nossa razão e do direcionamento de nossas puras e honestas intenções. Onde nossas práticas na vida se assemelham ao que praticamos no nosso tapete.


Com amor,






Para a sua reflexão:

Você já parou pra pensar em que momento exatamente você foi fisgado pela prática de Yoga, onde ela lhe apresentou ressonância ou o que ainda te impede de perceber esse eco interno?

Em que medida a regularidade da prática te inspira e renova a sua intenção

perante a vida? Como você confirma seu compromisso com a sua busca individualizada na jornada da vida?

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page